Anestesia geral

Onde é realizada e quem vai cuidar de mim durante o procedimento cirúrgico?


Toda cirurgia bucomaxilofacial sob anestesia geral é realizada em ambiente hospitalar num centro-cirúrgico equipado com os recursos necessários para a condução da anestesia geral com segurança. Durante todo o tempo, haverá um médico Anestesiologista credenciado pela Sociedade Brasileira de Anestesiologia com grande experiência em cirurgia bucomaxilofacial. De posse das informações obtidas na consulta pré-anestésica no dia da cirurgia e depois de avaliar seus exames pré-operatórios, ele será capaz de planejar e conduzir a anestesia geral que atenda às suas necessidades individuais, assegurando que a cirurgia e o período pós-operatório possam transcorrem em segurança.

Quando se realiza a cirurgia sob anestesia geral?

A anestesia geral é reservada para os procedimentos que não podem ser realizados com segurança e conforto sob anestesia local. Geralmente, a anestesia geral é indicada para procedimentos cirúrgicos complexos, com sangramento um pouco maior, em que a imobilidade do paciente é importante para a realização da cirurgia de forma precisa. Contudo, ela também poderá ser indicada para determinados pacientes com grandes fobias ou que apresentem alguma particularidade que torne a execução cirurgia mais fácil e rápida sob anestesia geral.

Quais são os cuidados que deverei ter na véspera da cirurgia?

Entre outras coisas, seu cirurgião lhe orientará em relação ao jejum e quanto à necessidade de tomar algum medicamento importante para a cirurgia. Por segurança, é necessário que todo paciente se apresente para a cirurgia com, pelo menos, 6 a 8 horas de jejum para alimentos pastosos e sólidos. Em alguns casos, é permitido beber um pouco de água até 2 horas antes do horário previsto para o início da cirurgia. Evite fazer uso de bebidas alcoólicas e fumar.

Faço uso de alguns medicamentos de uso continuado. O que faço?

Informe seu cirurgião e seu anestesiologista sobre todo medicamento que esteja fazendo uso, inclusive fórmulas emagrecedoras e aqueles ditos “naturais e sem contra-indicações”. Alguns desses remédios podem interferir na anestesia ou afetar a coagulação do sangue, diminuindo sua segurança e bem-estar no pós-operatório. Em geral, os remédios para controle de hipertensão, asma, bronquite, gastrite, entre outros, podem ser continuados até a hora da cirurgia. Seu cirurgião saberá orientá-lo a esse respeito.

Inicialmente, o anestesiologista avalia todos os seus sinais vitais (pressão arterial, batimento e ritmo cardíacos, respiração, oxigenação do sangue) através de monitores próprios ao longo de toda a anestesia. Em seguida, serão administrados alguns medicamentos que o deixarão totalmente sedado. Você não vai ver, ouvir, nem sentir absolutamente nada enquanto durar a cirurgia e a anestesia. Durante todo o tempo, o anestesiologista acompanhará seus sinais vitais e tomará decisões para certificar-se de que tudo esteja seguro e adequado à cirurgia. Quando a cirurgia acabar, a anestesia será interrompida e você despertará calmamente depois de poucos minutos. É possível que você ainda permaneça um pouco sonolento durante alguns minutos após o término da anestesia, mas você poderá retornar ao quarto em segurança e será capaz de comunicar-se com seus acompanhantes e com a equipe cirúrgica sem dificuldades.

O que vai acontecer durante a cirurgia?

O que pode acontecer no período pós-operatório imediato?
Atualmente, com o arsenal terapêutico disponível, o procedimento anestésico é muito seguro o que se traduz num pós-operatório bastante tranqüilo. Entretanto, a prevenção das náuseas e vômitos causados pela anestesia geral ainda é um desafio mesmo para a anestesiologia moderna, embora seja mais eficiente se comparada a de anos atrás. Com os remédios atualmente disponíveis, somente 1 em cada 10 pacientes apresenta vômitos depois da anestesia. Outra preocupação comum é quanto o surgimento dos tremores por frio depois da cirurgia. Embora a queda da temperatura corporal seja uma condição inerente à anestesia geral prolongada, hoje o anestesiologista dispõe de meios eficazes para evitar sua ocorrência.

E depois da cirurgia. O que posso fazer em casa?

Depois de receber as orientações do seu cirurgião, você poderá voltar para casa somente com a presença de um adulto responsável e capaz. Aproveite para descansar e seguir o período de repouso determinado, pois grande parte da sua recuperação está relacionada aos cuidados que você irá dispensar a você mesmo. Evite trabalhos pesados ou que exijam atenção ou tomada de decisões importantes. Procure seguir as orientações do seu cirurgião com relação aos alimentos e remédios permitidos.

Cirurgia ortognática

Especialidade da odontologia que reposiciona o maxilar e/ou a mandíbula com deformidades.

Saiba mais

Implantes dentários

Os implantes aproximam-se bastante à anatomia e à estética dos dentes naturais e oferecerem maior estabilidade às próteses.

Saiba mais

Planejamento digital 3d

Dispomos de softwares para planejamento virtual da cirurgia ortognática e de implantes.

Saiba mais

Anestesia geral

Onde é realizada e quem vai cuidar de mim durante o procedimento cirúrgico? Toda cirurgia bucomaxilofacial sob anestesia geral é […]

Saiba mais

Cirurgia bucomaxilofacial

O que é Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial? Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial é a especialidade que tem como objetivo o diagnóstico […]

Saiba mais

Dentes inclusos

Os terceiros molares (dentes sisos) começam a erupcionar no final da adolescência, mais ou menos quando atingimos os 20 anos […]

Saiba mais

Analgesia inalatória com óxido nitroso

Onde é realizada e quem vai cuidar de mim durante o procedimento cirúrgico? A cirurgia sob sedação é realizada no […]

Saiba mais

Fisioterapia

A inter-relação entres as áreas da saúde tem se tornado um fato cada vez mais presente nos dias atuais e […]

Saiba mais

Fraturas dos ossos da face

Dentro da Traumatologia, o traumatismo da face assume um papel importante no tratamento dos pacientes acometidos. As principais causas do […]

Saiba mais

Fonoaudiologia e cirurgia bucomaxilofacial

A atuação Fonoaudiologia associada aos procedimentos de Cirurgia Bucomaxilofacial contribui para resultados superiores nos pacientes que tenham alterações em seu […]

Saiba mais

Doenças da boca

A mucosa bucal apresenta uma coloração rosa pálido e textura macia. Qualquer alteração em textura e cor pode significar um […]

Saiba mais

Cirurgia sob sedação

Onde é realizada e quem vai cuidar de mim durante o procedimento cirúrgico? A cirurgia sob sedação é realizada no […]

Saiba mais

Pós-operatório

Retorno ao trabalho Atualmente, utilizamos técnicas cirúrgicas minimamente invasivas (cortes pequenos, pouco sangramento e menor tempo cirúrgico), proporcionando mais segurança […]

Saiba mais